Como abrir uma empresa de importação no Brasil

Como abrir uma empresa de importação no Brasil

Como abrir uma empresa de importação no Brasil

Como abrir uma empresa de importação, não é como abrir outras empresas que já falamos aqui no site. Essa é uma atividade que tem suas particularidades exclusivas.

Uma empresa com atividade de importação tem por obrigação conhecer o mercado internacional e nacional também.

Levando em conta que você vai comprar fora e vender aqui.

Nesse artigo listamos 4 pontos que julgamos ser os mais importantes para o desenvolvimento desse negócio que pode ser o ponto de mudança de sua vida.

Veremos nesse artigo:

  • Fornecedores
  • NCM e sistema SixComex
  • Custo e estruturação
  • Preço de venda e comercio exterior

Fornecedores

O fornecedor é importante, pois o processo de importação se bem feito vai fazer toda diferença na hora da venda.

O produto precisa ser de boa qualidade, e o fornecedor precisa ser de confiança, pois ele é a ponta do negócio que fica no exterior.

Antes de fechar com o fornecedor você precisa, pesquisar muito bem esse produto que pretende vender aqui no Brasil. Um produto com alta demanda é ideal, e de preferencia com baixa concorrência.

O preço de venda desse produto aqui precisa compensar o seu trabalho de importação, por isso além do preço de compra negociado com o fornecedor internacional.

Você vai precisar conhecer muito bem qual o preço de venda aqui no Brasil. Imagine você ter o produto que o seu cliente quer aqui, mas o preço é incompatível com o praticado no mercado.

NCM e sistema SixComex

NCM Nomenclatura Comum do MERCOSUL, SixComex  Sistema Integrado de Comércio Exterior.

O Sixcomex é mais conhecido como o RADAR é um meio pelo qual toda empresa de importação e exportação realiza suas atividades, é um sistema integrado do governo que reuni tudo que uma empresa desse setor precisa.

A empresa pode adquirir sua senha no RADAR, você deve ir até uma agencia da receita federal munido de toda documentação da empresa para solicitar.

Custo e estruturação

Simule custos, crie vários cenários utilizando cotações variadas do dólar outros custos com a importação, antes de importar pesquise o produto e depois de muita certeza importe pouco para testar.

Criar procedimentos administrativos e rotinas para melhorar o fluxo de trabalho de sua empresa, montar um sistema solido de relacionamento com seus fornecedores internacionais.

Busque sempre conhecimento, nunca pare de estudar para se manter sempre informado sobre comercio exterior.

Preço de venda e comercio exterior

Crie uma planilha de preço de venda para os produtos que serão comercializados aqui, e dentro de sua rotina faça a alimentação dessa planilha.

Existem softwares específicos para esse setor, mas a principio uma planilha deve dar conta muito bem do serviço.

Nessa planilha precisa se incluir, frete internacional, seguro de transporte internacional, imposto de importação, imposto sobre produtos industrializados ,PIS/Pasep, cofins, despesas bancárias, taxas portuárias, taxas de armazenagem,ICMS, despachante aduaneiro, frete interno.

Para compor o preço você vai precisar de todos os custos na ponta do lápis para ter o preço final de venda, esse preço precisa ter boa margem para poder comercializar no mercado com força de disputa com a possível concorrência.

Veja também:
Como abrir uma empresa com pouco dinheiro
Como abrir uma empresa de segurança

Deixe seu comentário abaixo de compartilhe essa matéria nas redes sociais, se inscreva em nosso canal do youtube e em nossa lista de emails.


Pesquise aqui, no BUSCADOR DE ARTIGOS

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *